Laboratório de Controle Integrado de Insetos

O Laboratório

Fundado em 1975 pelo Dr. Luís Amilton Foerster, o Laboratório de Controle Integrado de Insetos (LCII) vem realizando pesquisas voltadas para a integração dos métodos químicos e biológicos de controle de insetos em agroecossistemas. Dentre as principais culturas pesquisadas temos a Soja (Glycine max), Milho (Zea mays), Arroz (Oryza sativa),Trigo (Triticum aestivum), espécies de hortaliças, entre outras culturas.

O LCII tem como objetivo desenvolver novas técnicas, para atender as demandas da agricultura no Brasil, visando a utilização de métodos menos prejudiciais ao meio ambiente e aos seres humanos.

Na área de inseticidas, o LCII tem participação significativa na identificação de produtos mais eficientes e seletivos para o controle de desfolhadores e sugadores. Porém, maior ênfase tem sido dada à incidência, identificação e aplicabilidade de uso de parasitoides, em especial de estágio de ovo, de hemípteros e lepidópteros.

Nesta linha, a equipe de pesquisa do LCII coletou e identificou sete espécies de parasitoides de ovos da lagarta-da-soja (Anticarsia gemmatalis), além de dez espécies de dípteros e himenópteros que parasitam o estágio larval desta espécie no Estado do Paraná. Já na cultura do trigo, foram coletadas onze espécies de parasitoides da lagarta do trigo (Pseudaletia sequax). Estes dados corroboram a diversidade e a importância dessas espécies na manutenção das populações de pragas agrícolas em níveis sub-econômicos. Até agora, 41 teses de doutoramento e dissertações de mestrado foram defendidas pelo  LCII e 77 artigos científicos foram publicados em periódicos nacionais e internacionais (ver publicações).

O LCII também realiza treinamentos, cursos, consultorias, assistência técnica e palestras visando a conscientização a agricultores, estudantes de graduação e pós-graduação, empresas e outros interessados.

Além disso, desde 2010 o LCII em parceria com o Grupo de Estudos de Entomologia da Universidade do Estado de Mato Grosso, campus de Tangará da Serra, tem realizado o registro de espécies de inimigos naturais e pragas, ampliando assim suas linhas e áreas de pesquisa. Em 2014, o LCII firmou parceria com pesquisadores do Panamá, abrindo possibilidade de intercambio para desenvolvimento de pesquisa.

Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Universidade Federal do Paraná
Setor de Ciências Biológicas
Laboratório de Controle Integrado de Insetos
Avenida Coronel Francisco H. dos Santos, 100
Caixa Postal: 19020 - Fone: (41) 3361-1766
Centro Politécnico - Jardim das Américas
CEP: 81531-980 - Curitiba (PR), Brasil

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Ciências Biológicas
Laboratório de Controle Integrado de Insetos
Av. Cel. Francisco H. dos Santos, 100
Caixa Postal: 19020 - Fone: (41) 3361-1766
Centro Politécnico - Jardim das Américas
CEP: 81531-980 - Curitiba (PR), Brasil

Imagem logomarca da UFPR

©2018 - Universidade Federal do Paraná - Laboratório de Controle Integrado de Insetos

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pelo Centro de Computação Eletrônica da UFPR