Departamento de Zoologia

Apresentação

DEPARTAMENTO DE ZOOLOGIA

        O Departamento de Zoologia conta com um excelente elenco de professores, todos doutores: 26 Professores do quadro permanente e 3 Professores Sênior. A principal característica do Departamento é sua excelência em pesquisa científica, que traduz-se pela participação de todos os docentes em um ou mais programas de Pós-Graduação e a significativa marca de 15 bolsistas de Produtividade em Pesquisa do CNPq. Contamos também com a colaboração de 9 servidores técnico-administrativos e um em colaboração técnica que brevemente será incorporado ao quadro, a maioria deles biólogos de formação. O Departamento orgulha-se de somar hoje o expressivo número de mais de 2000 publicações em periódicos científicos especializados, sem contar os livros didáticos, capítulos de livros, publicações técnicas, relatórios técnico-científicos e outras publicações.

O Departamento de Zoologia oferece disciplinas obrigatórias e optativas aos cursos de graduação em Biologia, Biomedicina, Engenharia Florestal, Agronomia e Zootecnia e os professores orientam uma média de 15 a 20 estudantes em monografias de final de curso a cada ano, uma das maiores médias do Setor de Ciências Biológicas. Entre 2014 e 2016 foram também orientados mais de 60 estudantes no Programa de Voluntariado Acadêmico.

Além da docência, entre outras atividades desenvolvidas pelos professores destacam-se a administração de três programas de Pós-graduação (Entomologia, Zoologia e Ecologia & Conservação), direção da Sociedade Brasileira de Zoologia e da Sociedade Brasileira de Entomologia, com a publicação da Revista Zoologia e do Boletim Informativo pela primeira, e da Revista Brasileira de Entomologia pela segunda.

As coleções científicas do Departamento constituem patrimônio de grande importância para vários grupos zoológicos: Coleção Entomológica Prof. Dr. Pe. Jesus Santiago Moure (7 milhões de exemplares), Coleção de Vertebrados (Mamíferos e Répteis), Coleção de Ascidiacea (4 mil lotes), Coleção de Cnidaria (mil lotes).

MISSÃO

Ser referência nacional em Ensino, Pesquisa e Extensão em Zoologia, formando profissionais para atuação no magistério, na investigação científica e na gestão de recursos naturais, com qualificação de alto nível para o estudo da fauna sul-americana, especialmente.

VISÃO

A excelência do desempenho profissional resulta da soma entre conhecimento técnico, responsabilidade, dedicação e disciplina nas rotinas de trabalho, e forte motivação pessoal, esta favorecida pela harmonia nas relações pessoais e pela infraestrutura adequada do ambiente laboral.

HISTORIA

O antigo Curso de História Natural, do qual provém o atual Curso de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Paraná, foi implantado em 1938, compondo a recém-fundada Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Curitiba. Em fevereiro de 1938, o Pe. Jesus Santiago Moure, um dos fundadores da referida faculdade, iniciou as funções de Professor de Zoologia do Curso de História Natural. Face aos seus trabalhos relacionados ao estudo das abelhas, o Pe. Jesus Santiago Moure foi convidado, ainda em 1938, a coordenar a Seção de Zoologia do Museu Paranaense e, através de um convênio instituído entre a Faculdade e o Museu, incrementou o desenvolvimento das pesquisas zoológicas vinculadas à Cátedra de Zoologia.

O Departamento de Zoologia foi criado em meados da década de 1950 com a contratação de novos professores. Além do Padre Moure que lecionava a disciplina Chordata e realizava pesquisas sobre abelhas, a Cátedra Zoologia contava com os professores Hans Jakobi, que lecionava a disciplina de Fisiologia Animal e pesquisava os crustáceos copépodos; Jayme de Loyola e Silva que ministrava a disciplina de Invertebrados e pesquisava crustáceos isópodes; Bernadete Lucas de Oliveira e Danúncia Urban, que ministravam aulas de Arthropoda.

A Zoologia esteve instalada inicialmente nas dependências do Colégio Santa Maria, à rua XV de Novembro. Migrou posteriormente para a Rua Coronel Dulcídio (hoje Departamento de Música e Artes Visuais), dali para o 9º andar do Edifício Dom Pedro I, na Rua General Carneiro, junto à Reitoria da Universidade até chegar ao atual Bloco da Zoologia do Setor de Ciências Biológicas, no Centro Politécnico, em 1979, depois de ter passado pelo prédio do ex-Colégio Sacre Coeur de Marie, na antiga BR 116.

Em seu esforço para o desenvolvimento da pesquisa zoológica, o Pe Moure obteve recursos de instituições nacionais e estrangeiras, que propiciavam condições para a melhoria do equipamento e da biblioteca, naquela época um patrimônio fundamentalmente pertencente à Cátedra. De instituições como a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (então Conselho Nacional de Pesquisas) (CNPq) vieram o apoio para o aumento do quadro de professores e pagamento do chamado tempo integral. Além do CNPq foi fundamental para o aumento do quadro de pesquisadores, o Conselho de Pesquisas da Universidade Federal do Paraná, à época dirigido pelo eminente Professor Brasil Pinheiro Machado. Foi destas duas instituições que vieram recursos para admissão de vários docentes nas décadas de 1960 e 1970.

Com a instituição da Pós-graduação nas instituições brasileiras pelos decretos presidenciais de 1967 e 1968 (Reforma Universitária), criou-se o Curso de Mestrado em Entomologia que iniciou a primeira turma no segundo semestre de 1969. O Doutorado em Entomologia foi credenciado em agosto de 1974, sendo o primeiro neste nível da Universidade Federal do Paraná. Atualmente o programa tem classificação 6 na Capes. Ao concretizar-se a reforma universitária em 1970, a carga didática do Departamento de Zoologia ampliou-se consideravelmente, levando a um aumento expressivo no quadro de docentes entre 1970 e 1976 e, em 1975, graças ao esforço do Prof. Dr. Jayme de Loyola e Silva, o Conselho Federal de Educação aprovou a implantação do Curso de Mestrado em Zoologia, e em 1987, o Curso de Doutorado. Atualmente o programa tem classificação 4 na Capes.

Em 2004, foi criado o programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação com a participação de vários professores do Departamento que se envolveram diretamente na administração e condução do programa, cujo doutorado foi autorizado pela Capes para início em 2007. Atualmente o programa tem classificação 5 na Capes.

Fonte: textos escritos ao longo dos anos pelos Drs. Renato C. Marinoni, Jayme de Loyola e Silva, Maria Angélica Haddad e pela servidora Vera Maria Adélio.

Chefia: Professora Rosana Moreira da Rocha

Suplente: Cibele Stramare Ribeiro- Costa

VALORES, ESTRATÉGIAS DE ATUAÇÃO, AVALIAÇÃO DO ALCANCE DE METAS TRIMESTRES 2014/1, 2 e 3: Planej Estrat 01 out 2014

RELATÓRIO SEMESTRAL 2013/2: Relatório 2013 e Planejamento 2014 DZoo

RELATÓRIO SEMESTRAL 2014/1: Relatório DZoo nov 2013 a abr 2014

REGIMENTO DZoo

QUESTIONÁRIOS PARA PLANEJAMENTO 2015: Avaliação DZoo 2014

PLANEJAMENTO E PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA 2015: Planejamento DZoo 2015

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2015 : planejamento estratégico 2015

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2017

Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Universidade Federal do Paraná
Setor de Ciências Biológicas
Departamento de Zoologia
Avenida Coronel Francisco H. dos Santos, 100
Caixa Postal: 19031 - Fone: (41) 3361-1624
Centro Politécnico - Jardim das Américas
CEP: 81531-980 - Curitiba (PR), Brasil

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Ciências Biológicas
Departamento de Zoologia
Av. Cel. Francisco H. dos Santos, 100
Caixa Postal: 19031 - Fone: (41) 3361-1799
Centro Politécnico - Jardim das Américas
CEP: 81531-980 - Curitiba (PR), Brasil

Imagem logomarca da UFPR

©2017 - Universidade Federal do Paraná - Departamento de Zoologia

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pelo Centro de Computação Eletrônica da UFPR